Mawaca para crianças #emcasacomosesc

19 de agosto de 2021

 

O grupo Mawaca apresenta o espetáculo infantil Mawaca para crianças. A live acontece no perfil do Instagram do Sesc Ao Vivo (@SescAoVivo) e no canal do YouTube do Sesc São Paulo (Youtube.com/sescsp), sem a necessidade de cadastro ou agendamento prévio.

Com direção cênica de Wanderley Piras, o espetáculo, idealizado pela musicista Magda Pucci, convida o público infantil para uma viagem por diversos lugares do mundo – como França, Albânia, Tanzânia, Índia, Portugal, Israel e Brasil – por meio de uma trama de sons e histórias que educam e entretém a plateia mirim.

Desde o canto medieval francês D´ous viens tu bergère?, até a animada Eh Boi! do norte do país, o grupo passeia também por uma canção em suaíli, por uma dança portuguesa, um canto indígena da Amazônia, uma oração à deusa Kali e uma dança circular hebraica. Com repertório multicultural, Mawaca para crianças oferece um leque de possibilidades sonoras e conteúdos para as crianças.

A criação dos adereços, cenários e bonecos é assinada pelo Núcleo Fora da Ordem, que garante ao espetáculo momentos lúdicos, divertidos e de muita interação com o público.

Sobre o Mawaca

O MAWACA é um grupo que pesquisa e recria músicas das mais diversificadas culturas musicais do mundo. É formado por um grupo vocal que interpreta canções em mais de vinte línguas acompanhadas de um grupo instrumental acústico: acordeom, violoncelo, flauta e sax soprano, contrabaixo, além dos instrumentos de percussão como as tablas indianas, derbak árabe, djembé africano, berimbau, vibrafone e pandeirões do Maranhão.

Com 6 CDs gravados, 4 DVDs e 26 anos de carreira, o Mawaca é referência no cenário de músicas do mundo, e é reconhecido pela sua pesquisa multicultural.

O repertório do grupo é formado por músicas de tradições díspares como a japonesa e a irlandesa; de países tão distantes entre si como Finlândia e Japão, África Central e Indonésia, regiões diferentes como Oriente Médio e Península Ibérica. São temas ancestrais que possibilitam a pesquisa de sonoridades múltiplas revelando as características étnicas locais buscando sempre estabelecer inter-relações com elementos da música brasileira.

Repertório

Eh Boi – Canto do norte do Brasil

Zemer Atik – Dança Hebraica

Baidouska – Dança Grega

Allunde, Alluya – Oração do Deus Sol da Tanzânia (suaíli)

Çirigoça – Dança de Miranda do Douro de Portugal

Koi Txangaré – Cantiga antropofágica Paiter Suruí de Rondônia

Hotaru Koi – Canção do Vagalume do Japão

Soran Bushi – Canção dos pescadores de Hokkaido do Japão

D’ous viens-tu bergère? – Canção pastoral medieval de Champagne na França

Kali – Oração à Deusa Kali da Índia

Pra qualquer santo – Cordel de Patativa do Assaré

Jarnana – Canção de amor da Albânia

Cangoma – Jongo afro-brasileiro

FICHA TÉCNICA:

MÚSICOS

Vozes: Magda Pucci, Rita Braga e Zuzu Leiva, Sandra Oakh.

Instrumentistas: Ana Eliza Colomar (Sax e Cello), Gabriel Levy (acordeon e kalimba), Ricardo Zoyo (contrabaixo) e Armando Tibério (percussão).

Direção musical e arranjos: Magda Pucci

Direção Cênica: Wanderley Piras

Direção Corte: Fabio Caniato

Produção: Ethos Produtora – Amanda Moraes

Assistente de Produção e Figurinos: Yasmine Zaitune

Videocenário: Adriano Carvalho

Técnico de Som: Gustavo Breier e Roberta Siviero

Técnico de iluminação: Karine Spuri